terça-feira, março 13, 2007

Exercício de escrita*


O Inverno acabou


A luta contra o tempo ( o mau tempo) vai esmorecendo. Cada vez mais me sinto leve e livre dos dias tristes e cinzentos, dias sem luz, chuvosos, que esmagam o nosso ânimo e entorpecem as nossas forças. Libertam-se os primeiros sorrisos e despontam risos, ainda vagos murmúrios, que se vão soltando. São fragmentos da minha carne e da minha alma, da minha matéria, da minha energia, do meu Eu.
Longe da frieza dos dias deprimentes aspirarei à paixão… do dia, do Sol, do mar, dos convívios…
Sinto, cada vez mais, a preeminência do sentir, de sentir algo forte, de me sentir impelida, atraída, como um íman. Estou carente de um gesto dócil que me arrepie a pele e a espinha e me aqueça o sangue. Imagino já uma torrente imensa de sensações.
Imagino beijos na boca envolventes e quentes. Imagino dedos que vagueiam e desenham leves traços nas minhas costas, nos meus seios e nas minhas coxas. Imagino longas horas animadas e ternas, de ideias discutidas e partilhadas. Imagino cumplicidade na prosa e no prazer.

*resposta a este desafio

2 comentários:

Trolha disse...

Mas q bela surpresa!!!

Afinal não és, contrariamente aquilo q pretendes transmitir, uma mulher assexuada.

Será por causa da Primavera q se aproxima?

luz branca disse...

Assexuada?!
Onde foste buscar tal ideia?!