segunda-feira, dezembro 17, 2007

Cocktail Bukowski


Naquele dia
Vestira o meu corpo
Sem a alma,
Vestira o meu corpo
Sem a alegria,
Lavei os dentes
E esqueci-me do sorriso no lavatório,
Lavei as mãos
E deixei o tacto na toalha;
Nesse dia
Após o trabalho fui dormir,
Deitei o corpo
E reecontrei a alma.
No dia seguinte
Vesti a alma
E deixei metade do corpo esquecido
E a memória no secador de cabelo...
E algo inesquecível de que não me lembro aconteceu:
Porque hoje tenho a alma mutilada
E nem o corpo tenho.

Tiago Nené

5 comentários:

A. Jorge disse...

Não conhecia! É maravilhoso!

Um beijo

Jorge

http://vagabundices.wordpress.com/

A. Jorge disse...

Que tenhas um Natal da maneira que mais desejas e um 2008 cheio de coisas boas e esperança num mundo melhor!

Abraço

Jorge

http://vagabundices.wordpress.com/

Flash disse...

Bom Natal e um SUPER 2008!!!

Beijo

O Profeta disse...

Para ti que me visitaste
Ao longo destes poucos meses
Ofereço-te uma prenda singela
Uma estrela de mil cores

Roubei-a ao firmamento
Deposito-a na tua mão
Para que neste Natal
Te ilumine o coração

Um Santo e Mágico Natal


Doce beijo

Piquena disse...

belo poema.

vou comprar o livro do autor.

a capa ta perfeita.