sábado, janeiro 13, 2007

Dr. Albino Aroso e a sua posição relativamente à despenalização da IVG

"Em relação a esta despenalização, defendo a existência, à semelhança do que se faz na Alemanha, de um interrogatório à pessoa que quer interromper a gravidez, no sentido de saber porque é que ela engravidou:
-é culpa do Estado?
-é culpa da sociedade?
- não há fornecimento atempado de contraceptivos?
- a culpa é do médico?
- o que é que falhou?"
Concordo plenamente.
Assim, compreenderemos melhor o que está a falhar e poderemos passar a ter uma atitude preventiva cada vez mais eficaz no sentido de evitar gravidezes indesejadas. Este é o caminho a seguir, inquestionavelmente, independentemente do resultado que se venha a verificar no próximo dia 11 de Fevereiro.

1 comentário:

ybayumi disse...

very nice blog! If you are lonely, please visitmy blog, we havemany friends in exchange