domingo, abril 15, 2007



Tristeza vai!
Deixa-me!!!

Porque não a escorraço eu?!
Porquê? Porquê???

Que ânsia de viver
Que vontade de me transferir
De me transformar
De acordar
amena
calma
serena

Eu não estou triste.
Eu não estou bem comigo, apenas...

Ausência
Solidão
Receios... tantos
Anseios

A fraqueza apodera-se de mim,
por momentos, terríveis momentos.
A angústia esgana-me, amarra-me e
não me deixa viver.

Quero soltar-me!
Como?!
Tudo me aperta com força.
Mal respiro.
Não tenho espaço.
Não tenho ar.

Quero seguir.
Seguir o meu caminho.
Reunir as minhas energias
e fugir daqui,
e vencer.


p.s.:detesto os fracos e a fraqueza.
p.s.II: odeio Domingos